Televisa & Você: Salvador Mejía revela: "Para a empresa, você é um bom ou mau produtor pela sua audiência"

templates grátis

Translate

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

...

BLOG TELEVISA & VOCE

BLOG TELEVISA & VOCE

Pesquisar no blog

Carregando...

SOBRE...

POSTAGENS

...

sábado, 25 de junho de 2011

Salvador Mejía revela: "Para a empresa, você é um bom ou mau produtor pela sua audiência"

















Em entrevista ao portal ¡Hey!, Salvador Mejía falou da baixa audiência de Triunfo del Amor.

"A concorrência não é a mesma de antes. Hoje em dia, as exigências são maiores", comentou o produtor, que depois de 13 novelas, admitiu que para a Televisa, "você é um bom ou um mau produtor pela sua audiência".

"Meu balance é de 13 novelas, e sei que umas três não foram tão bem e não contaram com a mesma sorte das outras. Hoje em dia, a audiência é o padrão para te medirem, e resulta que você é um bom ou mau produtor pela sua audiência e pelas vendas internacionais", revelou.

Mejía chegou a Televisa apoiado pelo produtor Valentín Pimstein, como ajudante da produção da novela Principessa. O mesmo Pimstein deu a oportunidade para Mejía ser produtor associado em Simplesmente María, Pícara Soñadora e María Mercedes.

A primeira novela produzida por Mejía foi Esmeralda. A novela foi seguida pelos êxitos de La Usurpadora, Rosalinda e Abrázame muy fuerte. Depois Mejía produziu Entre el amor y el odio e Mariana de la Noche, com relativo sucesso. Logo veio o sucesso La Madrastra, seguida por La esposa virgen. Em 2006, Mejía produziu Mundo de Fieras, que foi seu primeiro grande fracasso na empresa. A novela foi seguida pelo sucesso de Fuego en la Sangre. Em 2009, veio Corazón Salvaje, que sofreu com as críticas e comparações com a última versão, e ano passado, estreou Triunfo del Amor.

"Todas as novelas tem elementos de triunfo, mas você é o responsável para por o detalhe que a faça diferente, seja com o elenco, locações. Nem sempre sai como você quer, porque o público tem a última palavra".

"Nem tudo pode ser um êxito, ninguém trabalha para fracassar. Mas me sinto agradecido porque me deixaram permanecer nesse horário desde 97".

Para ir à página principal:

Para ir à página principal:
Acesse as postagens do dia!